email home
 
 


 


 

Miaurisa Responde – Respostas”


 

Você manda seu e-mail, com sua pergunta e Miaurisa Responde para você. Abaixo seguem algumas respostas que com certeza, podem esclarecer suas dúvidas.

Miaurisa


 


 

Nome: Valeria Neves
Email: vau1970@ig.com,br
Cidade: Divinopolis
Estado: MG
Pergunta: Como posso fazer seus cursos pela internet ?


 

Valéria, basta você entrar na janela do Site Cursos e Eventos (gata Isadora) e entre no submenu Inscrição para os Cursos. Lá você encontrará todos os Cursos da Miaurisa, bem como a programação e os preços. Faça sua inscrição e receberá um e-mail confirmando a sua participação. Caso prefira, ligue para o fone da Miaurisa (11) 2098.0854 e inscreva-se diretamente comigo. Aguardo você para fazer parte do Mundo Maravilhoso dos Gatos !


 


 


 

Nome: Fernanda Nunes Ferreira da Silva
Email: fernanda_nunesfs@yahoo.com.br
Cidade: Vitória
Estado: ES
Pergunta: Admiro gatos desde pequena, mas nunca pude tê-los, meus pais não gostam. Agora casei e tenho minha casa. Quero adquirir um gato e tenho algumas dúvidas:
1- Todo gato solta muito pêlo? Se não, quais não soltam, ou soltam menos?

Todos os gatos soltam pêlos, uns mais, outros menos, mas todos fazem a troca de pelagem.
2- O gato precisa de atenção a todo instante? Porque trabalho fora boa parte do dia.

Gato não precisa de atenção o todo tempo. Basta você deixar sua ração à disposição, água, bandeja sanitária, uma caminha e um brinquedinho e ele ficará bem o dia inteiro, aguardando o seu carinho à noite, quando chegar em casa. Gatos são independentes, divertem-se sozinhos.
3- Em casa, sozinhos, eles rasgam tudo?

Algumas raças de gatos não gostam de ficar trancados, como o siamês. Por eles quererem sair, eles começam escalar as cortinas e sofás e realmente podem causar danos. Para esta raça de gatos, o ideal é espaço amplo e pessoas em casa para lhes fazerem companhia, mesmo porque eles adoram conversar com as pessoas.
4- A unha deles sempre arranha muito?

A unha do gato quando não cortada regularmente, precisa ser afiada por eles, por isso eles unham os braços dos sofás e outros lugares da casa. Se você tiver arranhadores em pontos estratégicos da sua casa, você evita este mau hábito. O importante é usar arranhadores com a ervinha CatNip, que é a erva atrativa para os gatos.

5- Qual gato se dá melhor com criança pequena? Tenho uma filha de 2 anos, seria um problema?

Com esta idade de criança, para se ter um gato é bastante problemático, a não ser que você evite o contato da criança com o filhote até que ele cresça. Crianças desta idade, querem pegar tudo e colocar na boca e é normal que elas queiram apertar o gatinho ou morder o rabinho dele e aí a relação fica impossível.
Aguardo ansiosamente sua resposta!
Abraços e minha admiração por seu trabalho!


 


 


 

Nome: Marcelo
Email: mnevesrocha@msn.com
Cidade: Sao Paulo
Estado: SP
Pergunta: Por favor, temos dois gatos persa, a mãe com 10 anos e a filha com 6 anos. Adotamos um SRD de 5 meses , com todas as vacinas em dia e castrado ,aliás todas elas , minha pergunta é em relação à adaptação , quanto tempo leva para todas viverem em harmonia ? existe alguma dica ? aguardo e obrigado

Marcelo, é um pouco difícil esta adaptação, porque suas gatas já são donas da sua casa há pelo menos 10 anos e ela dividiu o espaço com a filha de 6 anos. Agora para elas, este gatinho é um intruso, que quer tomar o espaço delas. Ainda mais porque ele já é um filhotão de 5 meses. Costumamos introduzir um novo filhote a partir dos 2 meses de idade, para as gatas adotarem como filhinho, mesmo que sejam castradas. No seu caso, é preciso ter um pouco de paciência, porque a adaptação será mais lenta.

Uma dica é colocar um cheirinho igual em todos eles, tipo um talquinho de bebê, para confundir e se aceitarem. Boa Sorte !


 

Nome: ROSILAINE  LOPES DE OLVEIRA  BESLER
Email: rlopes@mantecorp.com
Cidade: RIO DE JANEIRO
Estado: RIO DE JANEIRO
Pergunta: Cara Miaurisa.
Achei seu site espetacular.

Você poderia me ajudar me orientando. Eu estou cuidando de uma gata persa com 8 anos de idade. Ela é de um amigo que precisa viajar muito a trabalho. Tenho dúvidas em como cuidar, pois o persa é diferente dos gatos comuns. Acho que ela é mais frágil e requer muita atenção.Tenho que limpar seus olhos e nariz todos os dias e escová-la. Quanto a isso eu cuido com muito carinho. Mas me preocupa o fato dela se lamber muito e o narizinho parece ter uma coriza e secreção. O que devo fazer?
Um abraço.
Rosilaine Lopes

Saiba que tudo que esta gata precisa é do seu amor e do seu carinho, porque ela irá sentir falta do dono dela e a princípio ela vai achar que foi abandonada por ele, por isto é preciso que você lhe dê bastante atenção mesmo. Penteie ela todos os dias com uma escova de bolinhas na ponta para fazer massagem nela. Limpe olhos e nariz diariamente, com algodão embebecido em soro fisiológico. Dê a ela uma ração de ótima qualidade, como Guabi Natural, que é a ração que eu uso, para que ela fique forte e saudável, use SupreGatos, suplemento vitamínico para que a resistência dela não caia. No mais, tudo de bom pra você por esta boa ação, só acho que você vai ficar apaixonada por ela e não queira devolvê-la. Rsrsrs....


 


 

Nome: Simone May Santos
Email: simays@bol.com.br
Cidade: Porto Alegre
Estado: RS
Pergunta: Olá Miaurisa! tenho dois gatos SRD. O mais velho tem 5 anos e o mais novo 1 ano e 2 meses. Sempre se deram muito bem, na sexta-feira passeando no pátio do meu prédio, o mais velho se assustou com algo e atacou o mais novo. Foi um horror, fiquei todo machucada e muito triste com a situação. Chegando em casa meu gato mais velho(agressor)se comportou como se nada tivesse acontecido, mas o mais novo saiu correndo, berrando pela casa e claro o agressor saiu correndo atrás, querendo agredir novamente. Bom,os dois estão separados dentro de casa há 3 dias, o agredido brinca com as patinhas por debaixo do porta com o agressor, mas não pode ver ele. Berra, faz xixi de tanto medo e claro começa de novo a confusão. Estou muito deprimida com a situação, pq não posso ficar com os dois ao mesmo tempo. E tb não consigo pensar na idéia de ter que me desfazer de um deles, isso jamais. A tristeza é muito grande e não sei mais o que fazer e se o tempo afastado será a solução e se isso terá um final feliz.
Um beijo!

Simone, posso imaginar a sua preocupação e o seu sofrimento em ver os seus dois gatos queridos brigando entre si. Saiba que seu erro foi levá-los para passear em local aberto, como o pátio do seu prédio. Gatos não devem sair de dentro de casa. Eles estranham os ambientes e as pessoas e por tabela, um estranhou o outro. Não os leve mais para passear e quando precisar tirá-los de casa, leve-os em caixa transporte de fibra, um em cada caixa, forrada com toalha, por baixo, para eles não escorregarem. Agora o que deve fazer é ir apresentando um de novo ao outro, aos poucos, para que se tornem amigos de novo. Isto demora alguns dias, por causa da lembrança da briga. Tenha paciência, logo eles esquecem o ocorrido e voltam a ser amigos.

Miaurisa


 


 


16670

 
 
etica