email home
 
 



GATO SAGRADO DA BIRMÂNIA
(Você conhece o famoso Gato de botas?)

                                                                                                        TEXTO: MARISA PAES (Miaurisa)

Casa do Gato by Miaurisa ®
C o p y r i g h t © - TODOS DIREITOS RESERVADOS
 

01       

Não há quem não tenha ouvido falar na antiga fábula infantil, do elegante Gato de botas. O responsável direto, ou seja, o Gato inspirador da fábula é o famoso Gato Sagrado da Birmânia. As suas características físicas são o corpo um pouco mais alongado e a cara mais estreita do que a do típico Persa. Ele tem o pêlo do corpo longo ou semilongo, na cor bege dourado "casca de ovo" e com a cara, orelhas, cabeça e cauda contrastantes. A sua característica mais marcante são as "botinhas" ou "luvinhas" nas patas. Muita gente os confunde com outras raças, tais como o Siamês ou Himalaia. Na verdade, as cores ou marcações são idênticas, mas as "botinhas" fazem dele uma raça ímpar.
        Numa exposição, em que estejam em julgamento este tipo de Gato, a marcação das patinhas é primordial. O que mais ocorre são marcações insuficientes, isto é, os "pezinhos" não são bem marcados. O correto é que as quatro patinhas tenham "sapatinhos", ou seja, o Gato deve parecer estar "calçado".
        Muitos exemplares não possuem estas marcações em todos os pés e isto é um defeito para o padrão da raça. O ideal é que haja a simetria entre as "botinhas", atingindo a marcação de até 3/4 do pezinho, no máximo.
        Outro fator de beleza marcante são os seus lindos olhos azuis, contrastando com a máscara colorida que tem na cara. Vulgarmente é chamado de Birmanês, por ter sua origem na Birmânia, mas, oficialmente como raça, o nome correto é Sagrado da Birmânia.
        O nome "Sagrado" vem de uma lenda muito antiga, que conta que há séculos atrás, muitos Gatos brancos de olhos amarelos tomavam conta dos templos sagrados da Birmânia. Um dia, durante um ataque do inimigo, o sumo sacerdote Mun-Ha, quase à beira da morte, cai em frente a uma estátua de ouro, de uma Deusa muito linda, de olhos azuis, e pede ajuda a ela. Neste momento, o seu Gato predileto Sinh, que era um dos guardiões do templo, pula em cima do corpo do sacerdote e o homem que estava prestes a morrer deixa o seu corpo e toma o corpo do Gato. O seu espírito milagrosamente está a salvo e neste instante aconteceu a metamorfose: o Gato que era branco tornou-se bege dourado. Seus olhos amarelos passaram a ser azuis, como os olhos da Deusa. Suas pernas, cara, cauda e orelhas escureceram e curiosamente os pés que tocaram o corpo do sumo sacerdote permaneceram brancos, em forma de "botinhas", como se fossem para não machucá-lo.


02        Os outros sacerdotes que puderam se deslumbrar com a visão, criaram coragem e a partir do milagre, combateram os inimigos heroicamente, até o fim da luta, conseguindo a vitória. O mais interessante de tudo é que durante a luta, os Gatos do templo ajudavam a atacar os inimigos e conforme lutavam, um a um foram sofrendo as modificações e quando tudo terminou, não havia sequer um Gato branco no templo, todos ficaram exatamente igual ao Gato que era o
sumo sacerdote. Foi assim, que através da lenda surgiram os Gatos "Sagrados da Birmânia", valentes e belos, que ajudaram a salvar o clero. 
        Hoje, eles são muito procurados e amados, porque assim como antes, o seu temperamento é muito dócil, sociável e é muito dedicado ao seu dono preferido. As variedades de cores existentes são inúmeras, uma mais bonita que a outra. Atualmente são reconhecidas pela FIFe dois grupos de Sagrados: os que têm "tabby" (listras) e os sem "tabby", nas cores: seal, azul, chocolate, lilás, vermelho, creme, escama seal, escama azul, escama chocolate e escama lilás, todos "point", ou seja, com marcações nas extremidades. Se você deseja um amigo que o proteja e que possua a beleza de uma Deusa, faça a opção pelo Gato Sagrado da Birmânia.
A Miaurisa não é criadora de gatos Sagrados da Birmânia, mas tem um grande amigo: Márcio Ribeiro, do Gatil CatLabelle, que é Especialista em criação de gatos Sagrados da Birmânia de várias cores, e a Miaurisa recomenda a aquisição de um gato desta raça, através do seu Gatil.


www.catlabelle.com.br03
 

Miaurisa da Casa do Gato  e Márcio Ribeiro do Gatil CatLabelle
04

A CASA DO GATO BY MIAURISA, INDICA
O GATO SAGRADO DA BIRMÂNIA QUE
VOCÊ PROCURA,  NO  GATIL CATLABELLE !


5315

 
 
etica